Raimundo Colombo

ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Colombo alerta que SC tem o botijão de gás mais caro do Sul

"Isso é tirar o dinheiro do trabalhador para colocar no caixa do estado", afirma ex-governador

O ex-governador Raimundo Colombo alerta para o impacto do aumento do gás de cozinha na vida dos catarinenses. A média do preço do GLP (Gás Liquefeito de Petróleo) é de R$ 121,90 em Santa Catarina, o valor mais alto entre os estados do Sul. Chega a ser R$ 6 mais caro do que no Paraná (R$ 115,21) e a diferença ultrapassa R$ 8 quando comparado ao Rio Grande do Sul (R$ 113,70).


O levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), com dados coletados entre os dias 27 de março e e 2 de abril, ganhou destaque na imprensa estadual.


"Isso é tirar o dinheiro do trabalhador, da família catarinense, para colocar no caixa do estado. O estado com o caixa cheio de dinheiro e o povo com a geladeira vazia. Em uma hora de dificuldades, de inflação alta, o governo faz a opção entre ajudar as pessoas e proteger a renda das famílias e encher o caixa e fazer convênios que na verdade não são pagos. Este é o momento de Santa Catarina", alerta Colombo, em publicação em suas redes sociais nesta terça, 5 de abril.


O ex-governador lembra que a atual gestão do Governo de Santa Catarina aumentou o imposto sobre o gás de cozinha em 2019. E o valor usado como base de cálculo também aumentou, em 42,8%, em 2021.



2 visualizações